segunda-feira, 21 de abril de 2014

Aprender a esperar

Um dos maiores desafios para o ser humano é aprender a aceitar o tempo da existência para o alcance de seus objetivos. Geralmente, o ego nos leva a querer materializar nossas metas de maneira imediata, sejam elas quais forem. Entretanto, a vida se encarrega de nos fazer entender que, na maior parte das vezes, nosso agir não é direcionado pela sensatez, a maturidade e a confiança.

Ao contrário, é guiado pela ansiedade, a angústia e a impaciência. Quanto mais vemos frustrados nossos desejos, mais facilmente corremos o risco de nos entregar ao desânimo, à depressão e ao sentimento de vítimas do destino.

Entretanto, se conseguirmos mudar nossa maneira de enxergar a dinâmica da vida, teremos a oportunidade de aprender importantes lições. Não alcançar a realização de uma determinada meta pode se revelar uma bênção, uma vez que nem todos possuem a sabedoria necessária para saber do que necessitam para serem felizes.

Este aprendizado só se torna possível para os que já alcançaram algum grau de consciência, e conseguem perceber, a cada momento, qual o propósito da existência ao colocar em seu caminho um determinado obstáculo.

Visto que o crescimento só acontece nos momentos desafiadores, se estivermos plenamente atentos, seremos capazes de saber em cada um deles, qual a lição que aquela circunstância pretende nos ensinar.

Assim, ao invés das queixas, poderemos ofertar à vida, um profundo sentimento de gratidão.

"Não há céu e não existe inferno. Eles não são geográficos, eles são parte de sua psicologia. Eles são psicológicos. Viver uma vida de espontaneidade, verdade, amor e beleza é viver no céu. Viver uma vida de hipocrisia, mentiras e compromissos, para viver de acordo com os outros, é viver no inferno. Viver em liberdade é o céu, e viver na escravidão é o inferno.

.... A minha ideia de céu não é sobrenatural. O céu é aqui - você apenas tem que saber como vivê-lo. E o inferno também está aqui, e você sabe muito bem como vivê-lo. É apenas uma questão de mudar sua perspectiva, a sua abordagem em relação à vida.

A terra é linda. Se você começar a viver a sua beleza, apreciando suas alegrias sem culpa em seu coração, você está no paraíso. Se você condena tudo, cada pequena alegria, se você se tornar um condenador, um envenenador, então a terra mesmo se transforma em um inferno - mas só para você. Depende de onde você mora, é uma questão de sua própria transformação interior. Não é uma mudança de lugar, é uma mudança de espaço interior.

Viva com alegria, sem culpa, viva totalmente, viva intensamente. E então o céu não é mais um conceito metafísico, é sua própria experiência."


Osho



domingo, 20 de abril de 2014

"Viver uma verdadeira experiência amorosa é um dos maiores prazeres da vida. Gostar é sentir com a alma, mas expressar os sentimentos depende das idéias de cada um. Condicionamos o amor às nossas necessidades neuróticas e acabamos com ele. Vivemos uma vida tentando fazer com que os outros se responsabilizem pelas nossas necessidades enquanto nós nos abandonamos irresponsavelmente.

Queremos ser amados e não nos amamos, queremos ser compreendidos e não nos compreendemos, queremos o apoio dos outros e damos o nosso a eles. Quando nos abandonamos, queremos achar alguém que venha a preencher o buraco que nós cavamos. A insatisfação, o vazio interior se transformam na busca contínua de novos relacionamentos, cujos resultados frustrantes se repetirão.

Cada um é o único responsável pelas suas próprias necessidades. Só quem se ama pode encontrar em sua vida Um Amor de Verdade!!!"

Zíbia Gasparetto






sábado, 19 de abril de 2014


Momentos Gabriel García Marquez

O sexo é o consolo que a gente tem quando o amor não nos alcança.

 Tomei consciência de que a força invencível que impulsionou o mundo não são os amores felizes mas os contrariados.

Era ainda jovem demais para saber que a memória do coração elimina as más lembranças e enaltece as boas e que graças a este artifício conseguimos suportar o passado.

Era inevitável: o cheiro das amêndoas amargas lhe lembrava sempre o destino dos amores contrariados..."

Descobri que minha obsessão por cada coisa em seu lugar, cada assunto em seu tempo, cada palavra em seu estilo, não era o prêmio merecido de uma mente em ordem, mas, pelo contrário, todo um sistema de simulação inventado por mim para ocultar a desordem da minha natureza

Lembre-se, é fácil esquecer para quem tem memória..
Difícil esquecer para quem tem coração...


"É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós, onde os sentimentos não precisam de motivos nem os desejos de razão. O importante é aproveitar o momento e aprender sua duração, pois a vida está nos olhos de quem saber ver."

Gabriel García Marquez